UniBH promove Simpósio Multidisciplinar de Obesidade


Por Mariane Fernandes

No dia 20 de maio, sábado, das 7h às 13h, será realizado, no Teatro Ney Soares (Rua Diamantina, 463 – Lagoinha), o Simpósio Multidisciplinar de Obesidade. O evento contará com a presença de palestrantes de diversas áreas do conhecimento, como Psicologia, Nutrição, Fisioterapia e Endocrinologia. Os ingressos para o Simpósio, no valor de R$ 20, podem ser adquiridos por meio endereço eletrônico https://www.sympla.com.br/simposio-multidisciplinar-de-obesidade__138820.

O Simpósio se destina a profissionais e acadêmicos da área da saúde e tem, como objetivo principal, mostrar a visão multiprofissional sobre a obesidade, além de aprofundar os conhecimentos e reciclar os principais conceitos relacionados ao tema

– explica a professora Carla Eustáquio, do curso de Fisioterapia do UniBH.

Já segundo Luciana Versiani, professora do UniBH – e também palestrante no Simpósio –

a Fisioterapia atua na obesidade por se tratar de fator de risco direto para doenças cardiovasculares.

Versiani irá mostrar como e quais exercícios podem ajudar os indivíduos a melhorar o condicionamento físico, além de fortalecer a resistência muscular, para que consigam perder peso, e, assim, diminuir os riscos de enfermidades ligadas ao coração.

O maior enfoque de Luciana no evento, porém, diz respeito ao papel da Fisioterapia no pós-operatório de cirurgias bariátricas, destinadas à redução do tamanho do estômago.

“O indivíduo que se submete a essa cirurgia perde peso muito rápido, e, consequentemente, há perda, também, de massa óssea. No Simpósio, irei mostrar o resultado de minha pesquisa, que mostra a diferença de melhoria de condicionamento físico entre indivíduos que realizam, ou não, exercícios frequentemente”

completa.

No que se refere à Psicologia, serão abordadas a adesão ao tratamento – com a dieta e a inserção de exercícios na vida das pessoas – e a análise de características pessoais, traços de personalidade que podem interferir em todo o processo.

“Quais significados a comida pode ter na vida cotidiana das pessoas? E como se desconstrói tal rotina”

explica a professora Virgínia Nunes, professora do curso de Psicologia do UniBH e palestrante no evento.

 

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *