O que é Fact-Checking?


Fonte: Divulgação
Fonte: Divulgação

Agencia Lupa traz ao Buritis palestra e oficina sobre Fact-Checking

Por Guilherme Egydio

“Buscamos o apartidarismo, a transparência com o financiamento, com a fonte, com a metodologia de trabalho e política de correções claras e públicas.” Cristina Tardáguila, diretora da Lupa.

O fact-checking é uma técnica de checagem de fatos adotada por pessoas, físicas e jurídicas, para identificar e corrigir dados imprecisos. E, no Brasil, a Agência Lupa é pioneira na checagem de notícias.

A Lupa é uma das três agências brasileiras verificadas pela International Fact-Checking Network – fórum mundial para verificadores de fatos em todo o mundo, organizado pelo Instituto Poynter para Estudos de Mídia.

Cristina Tardáguila, diretora da Lupa, falou sobre a demanda de checagem da agência.

“Desde de novembro de 2015, houve uma grande demanda de checagem, sendo a maioria na área de política. Mesmo que não seja um ano de eleições, as checagens sobre o assunto continuam, graças aos processos da Lava Jato, por exemplo.”

Mesmo com três plataformas brasileiras verificadas pelo fórum internacional, ainda não há uma concorrência explícita entre elas. Cada uma dessas agências de checagem – Agência Lupa, Aos Fatos e Agência Pública – busca agir em um determinado campo.

Em relação às informações jornalísticas e tipos de mídias, há diferenças de checagem, como nos impressos, na rádio, na TV e no web. Diante dessas circunstâncias, para os checadores de informações, a melhor forma de verificar um determinado formato é adaptando-se a ele.

Além de seguir o Código de Ética da organização, a Lupa aprimora e estimula o debate público com uma checagem sistemática e contínua das informações. Para fazer esta análise, a agência segue oito passos:

  • Imersão no assunto a ser checado
  • Procura por dados oficiais
  • Recorrer a Lei de Acesso à Informação (LAI)
  • Recorrer às Assessorias de Imprensa
  • Ir a campo
  • Ouvir especialistas
  • Ouvir o outro lado – o que está sendo checado
  • Publicar as checagens

Além de publicar, a Lupa possui oito tags de postagem:

  • Verdadeiro – A informação está comprovadamente correta.
  • Verdadeiro, mas – A informação está correta, mas o leitor merece mais informações.
  • Ainda é cedo para dizer – A informação pode vir a ser verdadeira, mas ainda não é.
  • Exagerado – A informação está no caminho correto, mas houve exageros.
  • Contraditório – A informação contradiz outra difundida antes pela mesma forma.
  • Insustentável – Não há dados públicos que comprovem a informação.
  • Falso – A informação está comprovadamente incorreta.
  • De olho – Etiqueta de monitoramento

A Lupa tem clientes como a Folha de São Paulo e a CBN. Recentemente, a agência teve como parceiras a revista Época e o site Catraca Livre.

Tardáguila disse, também, que a agência realiza verificações de notícias internacionais.

“Checamos recentemente e muito o presidente americano Donald Trump. Além disso, pela proximidade geográfica, checamos bastantes notícias vindas da Argentina. Em outro momento, quando há um grande evento, realizamos mais checagens, como a cúpula do G20, a cúpula do G8. Chamamos isso tudo de maratona de checagem.”

Fonte: Divulgação
Cris Tardáguila – diretora da Agência Lupa

Serviços

A palestra ocorrerá no dia 23 junho, a partir das 13h30, e a oficina às 15h30. O valor é de R$ 264, mas os alunos  curso de Jornalismo, do Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), poderão concorrer a quatro vagas gratuitas. Para isso, deverão se inscrever neste link.

Os demais interessados farão inscrição por meio deste outro link.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *