Jornalismo no Meio Esportivo


Cássio Arreguy e Gilmar Laignier palestram sobre o Jornalismo Esportivo - Foto - Izabella Cardoso
Cássio Arreguy e Gilmar Laignier palestram sobre o Jornalismo Esportivo - Foto - Izabella Cardoso

Assessores voltam à sala de aula para debater os desafios do jornalismo esportivo na atualidade

Por Júlia Amorim e Thaynara Carolino

“Uma coisa que me fascina no jornalismo é ser testemunha ocular de fatos históricos” Gilmar Laignier

Na noite de ontem (03), Gilmar Laignier, ex- setorista do Cruzeiro pelo Estado de Minas e Superesportes e, atualmente, assessor de comunicação pela “Cancha Assessoria”, palestrou juntamente com Cássio Arreguy, assessor de comunicação do Clube Atlético Mineiro há 13 anos. A conversa entre profissionais reuniu cerca de 80 espectadores no Centro Universitário de Belo Horizonte – UniBH.

Há sete anos setorista de um clube de futebol, Gilmar Laignier afirma que o público do esporte é o mais fiel, apaixonado e sedento por notícias. Desde sempre foi o caderno/editoria que mais gerou engajamento dos leitores.

“O torcedor manda e-mail, dizendo o que tem que mudar na matéria, escracha, critica, descobre o endereço onde você mora”, conta Gilmar Laignier.

Segundo Arreguy, a popularidade do esporte no campo jornalístico é tão desmedida que o trabalho do assessor se estende, também, a proteger a imagem direta dos jogadores.

“Temos a função de cercar e não deixar que as mídias extrapolem. Tentar evitar que as coisas dispersem. Orientar os jogadores sobre o que falar”, comenta Cássio Arreguy.

É necessário blindar os profissionais para que o foco não mude e não acarrete processos judiciais, como o caso do atleta Neto Berola e Lélio Gustavo.

Por ser uma área densa e difícil de lidar, ambos ressaltaram a importância de uma disciplina voltada para a setor esportivo no curso de jornalismo.

O professor de jornalismo Maurício Guilherme apresenta Gilmar Laignier aos espectadores - Foto - Izabella Cardoso
O professor de jornalismo Maurício Guilherme apresenta Gilmar Laignier aos espectadores – Foto – Izabella Cardoso

Em formato de oficina, eles deram varias dicas aos alunos. Gilmar, que fez mestrado em linguística, com foco para o jornalismo esportivo na área da internet, destacou, também, a importância da escrita no jornalismo

“Não importa o segmento que forem atuar, saibam escrever bem”, disse Gilmar Laignier.

Ensinaram que no esporte é mais interessante  falar espanhol do que inglês, para facilitar a comunicação entre as assessorias esportivas de todas partes do mundo. Disseram, ainda, sobre a importância entre o distanciamento e não dependência dos jornalistas para com as fontes.

“Quando a fonte não te passa um furo, você precisa saber buscar outros meios e detém outras maneiras de obter a informação. Isso faz com a fonte omissa passe a te respeitar”, afirmou Gilmar Laignier.

Um ponto importante na vida do jornalista esportivo é apagar tudo que está relacionado ao time do coração nas redes sociais.

“É preciso ser precavido! O futebol agora passa a ser uma relação profissional. Não existe mais paixão pelo time, há pelo trabalho”, ressalta Gilmar Laignier.

 

Assessoria de clube x assessoria de jogador

De acordo com Arreguy, há diferenças importantes entre assessorar um time e um jogador. Quando se trata de um clube, a assessoria é responsável por intermediar a relação com a imprensa, respeitando as políticas internas adotadas pela instituição.

Já no caso do jogador, a assessoria precisar ser mais ativa e buscar propagar uma imagem positiva do atleta no cenário jornalístico.

ilmar Laignier comenta sobre as diferenças entre assessorar um clube e um jogador - Foto - Izabella Cardoso
ilmar Laignier comenta sobre as diferenças entre assessorar um clube e um jogador – Foto – Izabella Cardoso

“Assessor de jogador precisa vender a imagem do jogador, cuidar para que ele não se exponha demais e fazê-lo aparecer de vez em quando. É como se fosse uma babá do jogador”, compara Cássio Arreguy.

A imagem do atleta está diretamente atrelada ao clube a que pertence e aos patrocinadores, refletindo diretamente em sua carreira.

Inclusão da mulher no esporte

Em polêmica ocorrida no ano passado, decorrente do lançamento de uma coleção de uniformes do Clube Atlético Mineiro, Cássio afirmou que “para quase tudo que se faz, há um grupo que vai reclamar. Temos que ter cuidado para não ofender ninguém”.

Cássio Arreguy comenta sobre a polêmica ocorrida com o lançamento do uniforme do Clube Atlético Mineiro no ano passado - Foto - Izabella Cardoso
Cássio Arreguy comenta sobre a polêmica ocorrida com o lançamento do uniforme do Clube Atlético Mineiro no ano passado – Foto – Izabella Cardoso

Gilmar cita que a abordagem dos clubes com respeito à mulher ainda é superficial. “O cruzeiro fez uma campanha em homenagem ao dia da mulher, mas quantas mulheres estão na direção do clube?, questiona.

A palestra aconteceu entre 19h30 e 22h15 e os espectadores puderam esclarecer suas dúvidas durante e após o evento.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *