#Circuito2017 Manter o fone de ouvido limpo é questão de saúde


A quantidade de bactérias encontradas em um fone de ouvido pode ser surpreendente.

 

Por Jussara Melo

E aí, já limpou seu fone hoje?

Essa é a pergunta que Cindel Gonçalves, Lorena Cunha, Maria Alice Souza Diniz, Maria Gabriela Diniz, Rafael Teixeira, Rayone Fernandes, Taryanne Gonçalves e Thaynara Santos têm para vocês.

IMG_20171129_092637
Em pé: Taynara Lima, Cindel Gonçalves, Taryne Gonçalves, Gabriela Diniz e Rayone Fernandes. Abaixados: Rafael Teixeira, Maria Alice Diniz e Lorena Cunha.

O grupo de alunos do 4º período de Biomedicina do UniBH, coletou cinquenta amostras de fones de ouvido de anônimos, no Campus Buritis, para analisar a quantidade de bactérias do tipo Staphylococcus aureus que podem ser encontradas em cada um.

O processo consistiu na realização de uma pesquisa online – para entender os hábitos dos estudantes em relação a seus fones – e coletar, encubar e analisar as amostras. Cindel Gonçalves explica detalhadamente como foi realizada cada uma dessas etapas. Entenda:

 

Sabe aquele seu amigo que nunca empresta o fone de ouvido? Acredite, ele não está errado. Prova disso é o resultado da pesquisa. Curioso para saber? Então assista ao vídeo abaixo, com Rafael Teixeira:

 

Depois de saber que 100% das amostras analisadas continham bactérias (Contando todas as bactérias encontradas e não só a Staphylococcus aureus), você vai pensar duas vezes antes de não limpar seu fone com freqüência. Quer aprender a forma correta de fazer essa limpeza? O Rafael te ensina:

 

Viu como é fácil? Então nada de deixar essas bactérias viverem muito tempo em seu fone. O grupo criou até uma página no Facebook para falar sobre o assunto, é a “Já limpou seu fone hoje?

 

Acompanhei a presentação do grupo para a banca e gostaria de anunciar que: Essa galera tirou 10. Parabéns!

 

IMG_20171129_092715
Foto do grupo após apresentação para a banca. Professoras responsáveis: Clara Veloso e Cíntia Martins

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *